quarta-feira, 12 de março de 2008

:: Maratona particular

Sexta-feira passada foi dia de maratona no Odeon. Queria ir, mas não fui. Então hoje resolvi me redimir comigo mesmo. Fiz minha maratona particular. Teve um filme a menos, mas foram bons filmes. Valeram pelos três da maratona de verdade.

Comecei com Em Paris ('Dans Paris', no original). O filme trata de forma interessante as desilusões, as aventuras e o companheirismo no universo masculino, com foco na vida de dois irmãos re-unidos pela ocasião do fim do relacionamento de um deles. Começa de forma inusitada, passa a ser, por alguns minutos, francês demais para o meu gosto, e então ganha novo ritmo. Não diria 'imperdível', mas diria ainda menos 'dispensável'. Leia a crítica. Destaque para a bela 'Avant la haine', interpretada por Romain Duris e Joanna Preiss.

Pausa para dois temakis.

O segundo foi O Signo da Cidade, produzido pela Bruna Lombardi, que também atua no filme. Um emaranhado de histórias interligadas, todas elas envolvendo crise, fracasso e redenção. Um filme quase completamente angustiante, retratando uma cidade de São Paulo tão crua quanto seus personagens. Este sim, 'imperdível'. Detalhe: há um cachorro na história e o nome dele é Rascunho. Leia a crítica.



3 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
B. Homsi disse...

Eu tinha vontade de ver o primeiro filme que você citou, mas o segundo.. sei lá, não me animo muito com os nacionais =/
E esse me pareceu meio pretensioso.. mas se você gostou deve ser bom \o/
Tenho tantos filmes pra ver i.i

Anônimo disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.